sábado, 16 de outubro de 2010

Na trilha do lirismo


A poesia desafia a rudeza da construção civil

Após dois meses e alguns dias sem a costumeira atualização dos seus textos, Bússola Literária, retorna trazendo três poemas do poeta goiano, Sergio Silva, de São Luis de Montes Belos. Na realidade Sergio é um trabalhador da construção civil como pedreiro. Todavia, existe no seu interior a candura de uma veia com impulsões românticas, que o faz perceber a leveza do espírito, tornando-o um poeta, um sonhador que consegue viver intensamente a beleza da alma. É assim que preenche o seu tempo nas horas em que está descansando da rudeza do seu trabalho como operário: escrevendo os seus versos regados de muita paixão.

Estamos contentes por essa descoberta, agora, esperamos que a recíproca seja verdadeira. Sabemos que o poeta Sergio Silva, ficará contente com o seu comentário sincero. Será a base para que sua linguagem poética se estruture e solidifique.


O amor e a felicidade

Amar é sentir no peito a felicidade,
Sentir no coração o calor de um abraço,
Sentir nos lábios o sabor de um beijo,
É fazer da lua uma escuridão de amor.

Amar é fazer do vento um mensageiro de carinho,
É fazer da noite um complexo de felicidade,
É sentir amor mesmo quando se está sozinho,
É sentir momentos de saudade.

Oh, como sinto saudade de você!

Amar é sentir um minuto de ciúmes,
É viver um momento de paixão,
É sentir a ausência de alguém.

Oh, como sinto sua falta!

Amar é ver nos olhos uma prova de amor,
É viver e fazer do mundo um paraíso,
É sentir a brisa no seu olhar.

A estrela do amor

Em uma noite enluarada
O céu estrelado era todo bonito
Mas sentia que faltava a mais linda estrela
Parei, pensei, olhei para o lado
Depois para o meu coração.

Levantei meu olhar era você
Naquele momento tudo ficou lindo
Aquele brilho eram os seus olhos
Tal qual um vislumbre
Deixou-me apaixonado.

Era a verdadeira essência do amor
Vontade de sentir mais e mais seu perfume
Encontrar-me com o seu nome escrito lá no alto
Embevecido notei as estrelas desenharem seu rosto.

Estava ali o presente mais lindo de uma noite
M'alma sorriu e agradeceu a Deus
Ainda hoje procuro seu rosto no céu
Quem sabe as estrelas o trará de volta.


Apaixonado

Foi de repente...
Meus olhos chocaram-se aos seus,
Meu coração bateu sem rumo, enlouquecido.
Queria entender o que estava acontecendo.

Minha boca estava calada,
Não conseguia dizer palavras,
Minha alma pulava dentro de mim,
Numa explosão de alegria e paixão.

Foi a primeira vez que me senti assim.
A partir desse dia minha vida não foi mais a mesma.
Meus pensamentos se voltaram somente pra você.

Encontrou novo sentido.
O sentido do amor pleno,
Verdadeiro e infinito.

Amor, quando pensares em mim,
Pense em tudo que é bonito.
Mas pense com carinho.

Estarei sempre pensando em você,
Minha doce e suave paixão!


A propósito, você já acessou a fan page do meu livro infantil Juju Descobrindo Outro Mundo? Não imagina o que está perdendo. Acesse: www.fecebook.com/jujudescobrindooutromundo.

E o site da Juju Descobrindo Outro Mundo, já o acessou? Se eu fosse você iria conferir imediatamente. Acesse: www.admiraveljuju.com.br 


Imagens: Internet.

26 comentários:

Mhariangela Patchwork disse...

Parabéns Sérgio, para meu gosto vc está no caminho certo! Deixe fluir da alma o seu mais profundo sentir, desta maneira serão seus versos o nosso maior deleite!
Espero em breve tornar a inebriar-me com mais versos! Mhariangela Barros Moraes

Dilson Paiva disse...

Obrigado pela visita Mhariangela, tb concordo contigo. Deixa fluir seus sentimentos e registre sua história de amor com versos claros, sem rebuscar, mas sinceros...

sandrinha disse...

Parabéns Sérgio,se achegue pro sucesso!
parabéns por poetar o amor sem competição por sentir no amor tua inspiração !

Dilson Paiva disse...

Obrigado pela visita Sandrinha. Realmente o Sergio fala do amor com mta naturalidade, concordo contigo...

Kedma O'liver disse...

DIlson, querido amigo, lindosversos de seu recente amigo
parabens pela iniciativa de apoiar outras pessoas...Sergio tem uma singelesa maravilhosa na forma de escrever, muito lindo.
beijos

Dilson Paiva disse...

Fico contente com suas palavras admirável poeta Kedma O'liver. Sei que o Sergio tb ficará igualmente contente. Vc é mto talentosa.
Obrigado pela visita, continue fazendo isto, ok?

samuel disse...

Grandes poemas com inspirações maiores anda!

sucesso garantido parabéns amigos

Dilson Paiva disse...

Obrigado pela visita Samuel, nos deixou mto honrados. Continue nos visitando sim? Abraço...

Juraci disse...

Lindo, Lindo,Lindo,sem comentários, só quem ama de verdade pode saber e sentir na pele o significado que cada palavra quer nos dizer e transmitir a nós em forma de poema e versos, para amenizar a dor que existe em nossos corações. Parabéns ao dono do blogger, por permitir ao Sergio novo poeta a publicação de seu trabalho, que com certeza encantará a todos e fará fluir a felicidade dos amantes apaixonados. Fica aqui meu beijo carinhoso e fraterno abraço

juninho disse...

para bens gremista! sucesso pra voce!!

Anônimo disse...

Sérgio
Ser poeta é ser humano, ser verdadeiro porque a alma não tem ofícios, não tem cor, não tem limites. E um poeta tem o universo como mesa, as estrelas como guia a noite como magia para escrever seus versos. O poeta tem o mar e o mundo como cama, e o sol, o vento e o amor como guia. A verdade é que não tem certo ou errado na poesia.
beijossss escreva sempre.
Neli Vieira

Juraci disse...

Lindo, Lindo,Lindo, Na Trilha do Lirismo, sem comentários, só quem ama de verdade pode saber e sentir na pele o significado que cada palavra contida nos versos destes poemas, quer nos dizem, e transmitir em forma de versos e poemas, o que realmente o nosso coração so sente mas não pode falar e para amenizar a dor que existe em nossos corações, porque em nosso pensamentos está intercalado tudo isso. Parabéns ao dono do blogger, Dilson Paiva, por permitir ao querido amigo, Sergio, novo poeta um trabalhador honesto e um coração romântico, a publicação de seu trabalho, que com certeza encantará a todos e fará fluir a felicidade dos AMANTES APAIXONADOS. Fica aqui meu beijo carinhoso e fraterno abraço. Juraci

Dilson Paiva disse...

Obrigado Juraci pelo seu insentivador comentário. Nos dá prazer continuar trabalhando no nosso ofício de ler e escrever. Obrigado Juninho, jovem que aprende nos ensinando; vc admirável Neli, poeta e artista plática, fico encantado com sua presença no Bússola Literária, pois, vc é a madrinha deste espaço de todos e para todos. Obrigado de coração a vcs.

shirley lopes disse...

Sergio..."A alma de um poeta não conhece infinitos...nem dimensões em seus gritos...nem susssurros quebrantados...nem sossegos sossegados...simplesmente vai...derrama-se toda e deixa-se ir...não pede passagem...nem escolhe imagem...ajeita-se e vai...De acesso livre a quem olhar tiver e sentir puder...
Assim prossiga escorrendo e derramando-se todo em versos e no reverso não se estranhe, pois é de poucos este "ir..." Um abraço!!!
Shirley Lopes

Dilson Paiva disse...

Estimada Shirley Lopes, mto bonito e afetuoso seu comentário. A lindeza de suas palavras engrandecem o trabalho simples deste futuro poeta. Com certeza ele ficará mto agradecido. Obrigado com carinho... Abraço fraterno...

Núpcias de Alma disse...

A arquiteta alma traça ricas edificações com beleza despretensiosa. Traços leves com sentimentos verdadeiros, estilo delicado e recatado elabora a pureza do grandioso Amor. Desta forma senti ao ler seus poemas poeta Sérgio. A leveza dos versos deleitaram-me.

Aguardo novas riquezas emanadas pelos seus sentimentos.

Querido Dilson, mas uma vez beijo com fervor seu coração d’ouro.
*
Arlete

Dilson Paiva disse...

Admirável Arlete, como posso responder tão afetuoso comentário? Suas doces e elegantes palavras, disseram ao amigo Sergio o frescor de uma bela poetisa... Obrigado pela visita e o apoio ao nosso amigo... Abraço fraterno

Marli disse...

Parabéns Dilson pela bela descoberta.
Sergio, vc é muito talentoso...seus poemas são maravilhosos...PARABÉNSSS

Dilson Paiva disse...

Concordo planamente contigo, atenciosa Marli. o Sergio tem mto talento, é um poeta com sentimentos nobres e grande pessoa.
Obrigado pela visita, continue prestigiando o Bússola Literária... Abraços fraternos...

Brigi disse...

S iga
E ncantando a todos com
R egalos poéticos como esse.
G ente sensível sabe como
I luminar nosso caminho com versos
O nde o amor impera sempre.

Parabéns pela simplicidade e encantamento poético.
Bjs
Brigi

Dilson Paiva disse...

Valeu Brigi, vc sempre encantadora. Obrigado pela visita... Abraço fraterno

VIDA EM POEMAS disse...

Oi amigo querido, obrigado pelo carinho feito em minha alma com seu comentário carinhoso
adorei teu cantinho como sempre
beijos de luz

Dilson Paiva disse...

Obrigado querida pela consideração. Será sempre um prazer visitar sua sala de grandes e emocionantes temas.

Bjs ternos

Anônimo disse...

Parabens Sérgio, pelos lindos poemas, continue se exercitando e colocando em palavras esses sentimento lindo.
Parabens pela descoberta Dilson.
bj

Núpcias de Alma disse...

Querido Dilson, acomodei-me nos recentes sentimentos do seu afilhado, o novo poeta Sérgio, o sol do amor puro bronzeou sonhos adormecidos.
Sérgio esteja sempre presente...

Um beijo em seu coração dourado Dilson.

Arlete Meggiolaro

Dilson Paiva disse...

Obrigado "Anônimo" pelo seu gentil comentário. Quando a vc admirável Arlete Meggiolaro, como sempre perfumando com sua sabedoria e simpatia o Bússola Literária. Que sua poesia continue enfeitando com cores, beija-flores e borboletas o jardim dos sonhos, no universo do encanto. Sucesso sempre pra ti. Bjs